domingo, 25 de abril de 2010

Noite

Está escuro...
As luzes, milimetricamente espaçadas e de cor amarela, iluminam a estrada por onde Ele passa.
Uma luz, outra luz e outra luz...
Uma luz multiplicada por pequenas luzinhas trémulas e espaçadas mas que iluminam o caminho.
Sim, é de noite.
E Ele segue a estrada. Perdido na vida e orientado no caminho.
A sensação de insegurança, de não saber o amanhã, é tão trémula e ao mesmo tempo tão presente como as luzes milimetricamente espaçadas que lhe iluminam o caminho.

4 comentários:

Joana Macedo disse...

eu cá acho que ainda tenho mais saudades qe ele :S

olha o meu selinho ali :')
beijinho

Underworld disse...

os teus textos lembram me um livro "o doente ingles" tens de ler.
Esta simplesmente lindo
Beijinho

Hapi disse...

Pois, este poço é realmente atormentante.
Boa sorte, espero que saias dele se ainda não o fizeste!

Beijinhos

Desidéria disse...

Selinho para ti no meu blog :) *
http://morderteocoracao.blogspot.com/2010/04/1-selo_30.html