quarta-feira, 11 de agosto de 2010

É tarde

É tarde. Ela dá voltas na cama. Não devia ter bebido aquele café, pensa. A cafeína, o vício ao qual não conseguia resistir. ajudava-a a regular os sonos regulados.
É tarde. E ela pensa na vida. No que mais se poderia pensar em horas tardias? Revê o passado e sabe que não vale a pena arrepender-se. O que está feito, feito está. Pensa no futuro. Não sabe como será ou o que a espera. Já não pensa com clareza.
Ao seu lado Ele dorme. Indiferente aos pensamentos dela.

4 comentários:

Joana Carvalho disse...

gostei :)

vamos todas para Bora Bora :)

razz disse...

o café torna-se um vício viciante e ao invés de nos dar respostas mais pensamentos nos tras.
Costumo dizer que nunca é tarde para encontrar as respostas, basta procurar dentro de nós. Mas uma coisa eu aprendi : ás vezes, na vida, é melhor pensar que é tarde para podermos seguir em frente.

obrigada por leres os meus posts! também gosto de acompanhar os teus, embora nem sempre os comente. Fazes-me reflectir sobre as minhas próprias dúvidas...
beijo

Underworld disse...

Ele dorme, enqanto ela reprime os sentimentos, ate ai soterrados no seu ser, é sempre assim

Joana Carvalho disse...

obrigada qerida, se poderes dizer a mais alguem seria optimo *.*